Em Outubro de 2008 iniciou-se no Dojo TenChi, o 1º módulo de formação para actuais e futuros professores de Tenchi Tessen, sob a orientação do Mestre Georges Stobbaerts, criador desta  “Arte do Movimento” que é património da nossa escola.

Uma das abordagens a esta formação, tem sido feita através do traço do pincel e centra-se em algumas aplicações deste trabalho a movimentos que fazem parte da base do Tenchi Tessen.

Sem objectivar o estudo da caligrafia, utiliza exercícios básicos desta arte milenar, para avançar para movimentos expressos com a tinta no papel e, depois, no espaço, com o Tessen, símbolo   do sopro.

Para chegar mais longe na “Arte do Movimento”, antes da caligrafia, é necessário para a nossa prática uma homenagem ao silêncio. É este silêncio que nos conduz à visão justa, à intuição e nutre a nossa experiência.

Esta prática é completada por cursos teóricos.

Por meio do visível descobre-se o invisível no espírito do «não-agir». É o fruto de uma longa aprendizagem para dominar o estilo e o movimento, na base do rigor e da disciplina interior.

O Tenchi Tessen apresenta-se, também, como um meio de expressão da sensibilidade à música. Energia e concentração encontram-se no sopro e na atitude do corpo que têm uma grande importância. Ritmos inspirados animam os movimentos do Tenchi Tessen.

%d bloggers like this: